31 de dez de 2008

Férias...

Tô de férias
descançando
visitando gente
matando saudades
revendo amigos
retomando amizades
retomando planos
pensando melhor em outros planos
aproveitando o que a vida pode me oferecer
me surpreendendo ao ouvir meus pensamentos em bocas alheias
belas bocas alheias
pensando no que será
no que não será
e no que eu quero que seja
Ano Novo... e quem sabe.... Vida nova!?!?

quem sabe um dia eu volte aki!!


eu ainda estou em paz!



Saudades infinitas:
Murilo
Carol
Taís
Kzau
Samy

18 de dez de 2008

Não sei se já te contei...

As vezes, eu me canso de esperar que o tempo passe.
É! Eu canso. Com frequencia

Mas qdo canso não desisto.
Apenas peço pra que passe mais rápido.
Pra que chegue depressa.
Pra que chegue agora.

Mas aí, me comtram que não vai passar mais rápido.
Que até o tempo tem seu tempo.
Que eu tenho meu tempo.
E você tem o seu.
E não adianta apressar.
ele vai continuar caminhando nessa mesma velocidade.

Ai eu sento num cantinho ensolarado,
fico olhando o céu azul.
E continuo esperando.

Lucky

15 de dez de 2008

Só pra constar...

Minha consciência social anda meio afetada ultimamente...
Eu sempre pensei nesse lance de ser doadora de órgãos..
mas qdo eu morresse sabe??
quem me conhece sabe o pavor que eu tenho de hospital, sangue, bisturi, ou até mesmo uma singela agulha...
mas ontem...
eu vi que existem coisas que se sobrepõe a esse medo...
depois de ficar um tempo ouvindo uma pessoa, pela qual eu tenho um imenso carinho, contando como ela quase morreu por 2 vezes em menos de um ano, e a possibilidade de precisar da ajuda de amigos pra famosa doação de órgãos... eu automaticamente, antes de pensar nos meus pavores, já pensei em entrar pra essa fila... não me custa nada.... um rim a menos não me faria mal....

Só pra deixar registrado (já que minha família não me dá ouvidos)
qdo eu morrer quero que todos os meus órgãos sejam doados... por favor....

4 de dez de 2008

Fim de semestre é sempre estressante.
E sempre tem aquela semana.
E quando vc olha e diz... "Nossa!!! Acabou... " é divino...
Daqui a pouco acaba....


So who's the girl wearing my dress?

1 de dez de 2008

Solidariedade...


Tô pra faze isso há alguns dias...


Não dá pra ver isso tudo e ficar de braços cruzados.....
a menos que vc não tenha coração..
Bom.. ai no cartaz tem algumas contas pra quem puder ajudar com dinheiro... mas quem não puder tem em vários lugares pontos de doação de roupas e alimentos e aquela coisa toda....
Saiba como ajudar

Se não puder fazer tudo.... Faça tudo que puder!!!

Informações sobre as chuvas de SC

28 de nov de 2008

1 semana

Paz.
Aquela que há tempos não se via.
Aquela que há tempos se esperava.
Aquela que, na verdade achava que não viria mais.
Aquela que hoje faz o sol nascer todo dia, mesmo com o céu nublado.
Aquela que hoje me faz rir.
Aquela que hoje me faz sorrir.
Sinceramente.
Como é bom te ver de novo!!

17 de nov de 2008

a ilha da ilusão

Expectativa. Chuva. Doguitos. Trabalha, trabalha, trabalha. Barca. montar barraca na chuva. frio.
abertura do evento. Sol. Mais sol.
Finalmente descubro que existo por atrás da calça Jeans. Tenho pernas.
Daí pra frente uma maravilha seguida da outra. Conhecer pessoas. Muitas pessoas.
Descobri que quanto mais ao sul do país mais bonitas as pessoas são. Não que o norte não ofereça coisas lindas também.
Descobri que posso viver sem celular, MP3, PC, TV, e luz na barraca. hihihihi
Me senti uma criança fazendo castelinho de areia, foi tão divertido! Conheci cada vez mais pessoas, era tão legal!!
Coloquei meu pijama e fui festa. Tão legal. Fim de noite, rodinha de violão na praia, sem comentários, parecia sonho.
Fui ver outra parte da ilha. Caminhei muito, e minhas pernas nem doeram. Fui no farol. Subi aquela escadaria e foi lindo. Cada degrau me tirava um pecado, me levara uma dor, me transportava pra outro mundo. Enfrentei meu medo de altura, subi na pedra mais alta (pra te enxergar sorrindo da pedra mais alta), e como era lindo. Dali eu via a ilha inteira. Tive medo de descer a escadaria e ela me devolver tudo que arrancou de mim. Não devolveu.
Depois de tanto tempo entrei de novo no mar. Lembrei que tinha medo, mas e daí? Deixei o mar lavar minha alma.
Camarão com cerveja, lembrei do meu pai.
Na barca de volta pro nosso lado da ilha, observando a paisagem, pensei que poderia morrer ali. Morreria feliz.
Ganhei muitos cruzeiros. hihihi
Conversa no convés. Esperando o por do sol. Coisa linda.
Festa de novo. Tava legal. Mas o cansaço do passeio da tarde tava me destruindo.
Conhecimento é sempre bem vindo. Sempre.
Testei meu equilíbrio, até que não é tão ruim. Testei todos os meus sentidos, isso eu preciso praticar.
A última noite. Cheia de emoções. Primeiro, a maravilha, quem é foda é foda e vice versa. Depois, segundo palavras que nãosão minhas "final de libertadores". E depois a última festa.
Não dava pra acreditar que estava tudo acabando. Não aproveitei tanto quanto queria. Mas o tanto que aproveitei valeu já. O que vi, os amigos que fiz, tudo de tudo de tudo. São coisas das quais não me esquecerei tão cedo. Algumas coisas pretendo não esquecer nunca.
Um grande abraço para meus novos amiguinhos, Kadu, DaCas, Marcos, Metal, Jhony (Emanuel), Caio e todos os outros...
Aos meus amigos lindos da CORDE, Tais, Murilo, Carol, Isa, Johana, Ramon, Kzau, etc... Parabéns... Vcs se esforçaram muito e o evento foi muito bom... o esforço de cada um valeu a pena... vcs merecem todo o reconhecimento do mundo.... estou mega orgulhosa de vcs!!!
Ano que vem, Santa Maria e o Design Cruzado. Já vou guardando minhas moedinhas.
hihihihihihih

Trilha sonora...
"tira a calça jeans bota outra calça jeans, moema vc tem duas calças jeans"
"Eu já falei, vou repetir! eu já falei, vou repetir! eu já falei vou repetir!"
e mais... hehehe

Depressão pós R Fudidaaaaaaa

9 de nov de 2008

A noite mágica

Meses planejando ir... de galera... No fim fomos duas... mas foi incrível... tava com saudade de sair assim... eu e minha amiguinha =)
Enfim, algum tempo na fila depois... Pra falar a verdade estávamos um tanto quanto abaçaiadas com a demora... em busca de um porto pro meu coração
Mas compensou... ia começar.... mas primeiro as nuvens.... Quando minhas mãos tocam em você é como tocar o céu [tocar o céu], mas com os pés no chão.
Enfim a poesia prevalesce, vamos Harmonizar o tom, movimento som
Era tão incrivel a energia que tinha aquele lugar, aquelas pessoas todas juntas cantando aquelas musicas como se fossem um hinos... Camarada viva a vida mais leve Não deixe que ela escorregue Que te cause mais dor
Era realmente mágico... aquela musica que me envolvia, me libertava de todos aqueles sentimentos que me domiravam fora dali... Morrendo comigo na mão
A cada musica eu me permitia me afastar mais e mais do mundo lá fora uma fuga mesmo sabe? À margem de toda candura
A poesia nos envolvia... unia todo mundo ali dentro de uma forma inacreditável... Separô pra pensar no que a gente faria se não houvesse a poesia se não restasse farinha pro nosso pão!
A musica, a poesia, o circo e o treatro num misto de emoções e olhares reluzentes e encantados com tudo aquilo... E tudo que eu criar pra mim Vai me abraçar de novo semana que vem
Pra quem vc olhasse por todos os lados todos os olhos brilhavam maravilhados e sorriam alegres e encantados. E aquele sorriso de quem acabava de conhecer toda aquela magia... não acomodar com o que incomoda
Não conseguia ver, mas imagino como deviam estar os meus, extasiados. Quanta mudança Alcança o nosso ser Posso ser assim, Daqui a pouco não.
É bem melhor ficar ali, no meio da galera, principalmente ali naquele exato lugar... Que o teu afeto me afetou é fato Agora faça me um favor
Lembra daquele degrauzinho? ali, perto da grade, quase no meio, ali onde estivemos há uns 2 anos atrás, lembra? E foi até estranho, a gente nem deu conta Talvez na outra ponta, alguém pudesse pensar Menino vaga-lume, flor, menino estrela, a brisa mais forte veio te buscar
Obviamente me lembrei de vc, é inevitável. Quase no fim do show, como não poderia deixar de ser... Só enquanto eu respirar, vou me lembrar de você só enquanto eu respirar.
Claro que me afetou, aquela musica, naquele mesmo lugar, o exato lugar, e aquela musica que parecia estar sendo cantada pra mim, parecia feita pra mim... Enchendo a minh'alma d'aquilo que outrora eu deixei de acreditar
Emocionante. Fechar os olhos e ouvir tanta gente em uníssono aqueles versos tão marcantes.
E depois do Escandalo Curitibano, do carinho e da admiração, o poeta pena deixa desatar em nós todos os males até finalmente como uma lagarta se transformando em borboleta podemos dizer.... Eu sinto que sei que sou um tanto bem maior
Saí de lá maravilhada...
é Sempre um prazer (re)ver O Teatro Mágico
E hoje...
Já se abre um sol em mim maior

3 de nov de 2008

Essencial

Na vida existem coisas que são essenciais... (nããããoooo???? jura????)
Existem pessoas que são essenciais...
Algumas são essenciais por estarem há tanto tempo por perto que vc sente que são como um braço seu já... vc não se vê sem eles...
Mas tem aqueles que tão ai.. nem faz tanto tempo assim....
mas é como se fosse a vida inteira...
Ai chega aquele dia que todo mundo diz parabéns e todo aquele textinho que te ensinam a falar desde que vc era uma criança...
E vc se sente feliz....
por essa pessoa existir, por continuar existindo
vc deseja do fundo do seu coração que aquela data possa se repetir inumeras vezes e mais ainda...

deseja estar por perto todas as vezes que isso acontecer.


Murilinho meu anjo...
foi mal não tá ai pra te abraça e tudo e tal... juro que quarta eu te to abraços com juros e correção monetária
vc sabe o quanto eu te gosto e o tanto que fico feliz de vc ser meu amiguinhooo...
se eu te desejasse tudo de bom ainda estaria desejando menos do que vc merece....

Mas eu te desejo o Suficiente.... (vide o post pra carol) e que vc tenha a quem amar

amo vc meu anjo!!!!

29 de out de 2008

Mudar

"pessoas vem e vão e as coisas mudam de lugar
quem sabe só o destino venha um dia explicar."

Mudar é legal e as vezes, é preciso. Mudei o visual. Antes tivesse mudado a alma.
Ouvi piada, ouvi risada, ouvi, "meu Deus o que vc fez com a Lilian" e tantas outras coisas.
Algumas perguntas é melhor que fiquem sem resposta.
-Mudou porque?
-...

ou então...

-Ahn.. ficou bonito.. parece menininha....
-Brigada.. eu acho...
-Pq acho?
-...

ou...

- O que que te deu de querer mudar?
-...

esse é a típica hora em que vc faz de conta que não entendeu sorri e balança a cabeça...
as pessoas não precisam saber de certas coisas, algumas sabem, mas não "ligam lé com cré" como se diz...
Mas voltando...
Eu mudei, mudei, mudei, mudei e mudei. Mas no fim acabei voltando ao ponto de partida. Hj me sinto como aquela menina de 10 anos atrás. O corte de cabelo pelo menos tá igual, eu to maior (tá não taaanto assim, mas tô). A sensação de todos os dias é a mesma de todos os dias de 10 anos atrás.
Daqui a pouco as coisas voltam a ser como há alguns meses atrás.


Ou não...


Espero ansiosamente o fim de semana. "There's no place like home" GALE, Dorothy (1939)

22 de out de 2008

Insegurança

Tem horas que eu preferia que minha vida fosse uma novela. Só pra eu poder pegar o jornal de domingo e ver o que vai acontecer durante a semana inteira.
Odeio não saber o que vem depois. Tá.. alguns podem dizer que essa é a graça da coisa. Mas eu não consigo pensar assim...
Odeio a sensação de pisar em ovos. Quero pisar sempre em terra firme.
Mas é aquela história.. qdo vc pensa saber todas as respostas a vida muda todas as perguntas...
Qdo eu penso que o que eu quero/acredito é o certo, é a verdade
vem o anjinho do mal e fala no meu ouvido que não. Que eu to pirando e que isso nunca foi assim.
Era tudo fantasia minha.
Ai vem o outro anjinho e diz que é assim sim. Que as coisas de fato estão estranhas, mas não há motivo de pânico. O que está acontecendo não afeta as minhas verdades. Elas continuam lá intocadas.
ok.. assunto resolvido (ou não?) próximo assunto...
é.. por aki as coisas tbm não andam muito nos conformes. É a insegurança me rondando de novo... mas desse lado do globo... é fato... não há quem me diga: "não... piração sua... não tem nada com vc!"
E essa insegurança se espalha por todas as ruas que eu passo, por todas as vozes que eu ouço, todas as palavras que escrevo, todos os pensamentos que passam pela minha cabeça e por todas as certezas que jurei pra mim mesma nunca abandonar.
Já nem sei mais o que quero. Se compro um chiclets ou viro a esquerda. Talvez eu compre um chiclets.
Quero fazer meu final.... mas preciso ter certeza que ele será feliz.

16 de out de 2008

Até que....

A musica diz "Sinto sua falta... não posso esperar tanto tempo assim..."
na verdade posso
na verdade espero
e continuarei esperando

Até que a noite volte a ser dia
até que o domingo volte a ser sábado
até que a lua cheia volte a ser crescente
até que Janeiro volte a ser Dezembro
até que a primavera volte a ser inverno
até que Japão volte a ser Brasil.

Trilha sonora

15 de out de 2008

O Resto da vida...

Hj durante uma conversa surgiu a expresão "o resto da sua vida". Na hora me lembrei de ter ouvido algo a respeito, que dizia o seguinte: "O resto das suas vidas é muito tempo, e quer saibam ou não, está sendo traçado agora. Podem escolher culpar o destino, ou má sorte, ou escolhas erradas. Ou podem lutar. As coisas nem sempre serão justas na vida real. É assim que as coisas são. Mas, na maioria das vezes, você recebe o que dá. Deixe-me perguntar uma coisa: O que é pior? Não conseguir tudo que você sonhou... Ou conseguir, e descobrir que não é o bastante? O resto das suas vidas está sendo definido agora mesmo. Com os sonhos que perseguem, as escolhas que fazem... E com as pessoas que decidem ser. O resto da vida é muito tempo... E o resto da sua vida, começa agora." Refleti muito a respeito... Talvez eu decida me lutar um pouco mais, ou não.
Mas e vc, o que vai fazer com o resto da sua vida?

10 de out de 2008

Tinha esquecido de como é linda

como meu cd tá com o murilo... né murilo??? faz tempo que não ouvia...
hj me passou essa musica pela cabeça e me deu vontade de compartilha-la... e como achei que não combinava com o post debaixo... faço um novo!!!

Beatriz

A cor do dia

Ela acordou. Ouviu as vozes que ecoavam da sala. Ou seria de outro cômodo? tanto faz!! Pelo tom das vozes achou que o dia seria vermelho, vermelho sangue. Em algum momento, no caminho, o dia começou a parecer amarelo, mas não um amarelo radiante, um amarelo meio pastel. Chegando lá, começaram a falar que seria cheio de corezinhas, primariazinhas, de criancinhas e nhénhézinhas. Outros disseram que suas cores não faziam sentido. Isso não a deixou muito confortável. na hora de voltar, o dia parecia preto, ausente de cores. Até que não tava tão ruim. Mas não demorou muito e começaram a surgir cores, que se misturavam, ela começou a se sentir confusa. Até que achou melhor esquecer, deixe essas cores loucas se misturarem do jeito que quiserem. Foi já em casa que as cores se misturaram de vez, e estranhamente surgiu, como ela tinha pressentido pela manhã, o vermelho sangue. Ele a invadiu de uma forma que ela não queria. Invadiu, se expandiu até que finalmente explodiu. Resolveu procurar o lilás, achou e apagou, como se apaguasse a vida boa parte dele , afinal tudo é muita coisa. Lembrou das suas tintas há tempos abandonadas, onde mesmo? aaahhnnn lembrei. Encontrou o verde, o roxo, o laranja, o vermelho e o preto. resolveu coloca-los em algum lugar. Lembrou de como gostava de pintar daquela forma. Distribuiu as cores alegremente, o vermelho em menor quantidade obviamente e as bordas pretas pra dizer a cada cor até onde ia seu espaço. Viu que era melor assim, cada cor no seu quadrado. Um dia de cada vez, cada dia com apenas uma cor, seja ela qual for. Mas nesse dia queria apenas sonhar ser cega.

6 de out de 2008

Recomeço..

Dizem que a gente colhe o que planta. Até ai tudo bem! Mas... e depois???
Depois a terra vai estar limpa... um imenso campo de... terra. Terra nua.
Ai é hora de plantar de novo, aprendendo com o que deu errado na safra passada. É hora de recomeçar, ou se preferir: continuar andando.
Fico imensamente feliz e me orgulho muito disso.
"Desejo que você tenha a quem amar, e quando estiver bem cansado ainda exista amor pra recomeçar!!"

29 de set de 2008

Um brinde às velhas canções...

Pois é... as velhas musicas voltaram a falar do que sempre falaram....
na verdade elas sempre voltam... não resistem... os velhos temas são mais fortes.... sempre que elas resolvem falar de algo novo é só mostrar-lhes um único verso das velhas canções e nesse exato instante elas desistem de seus novos temas...
E o motivo eu já nem sei.... mas eu gosto assim.... ajuda a reforça o meu amor pelas velhas (ou nem tanto assim) canções... canções de amor, de amizade ou simplesmente o lalalinlinlinlonlonlonlon....
Já é primavera.. escolha a sua flor.... porque eu, há tempos já escolhi a minha!!!!
Por você eu faria isso mil vezes.....

vídeo bonitinho que eu achei....

26 de set de 2008

Post gigante pra Carol

(faz de conta que tá escrito ali quarta-feira, 24 de Setembro de 2008)

Hj é o dia da Carooolll!!! \o/
Florzinhaa....
como todos sabemos... não sou muito boa com palavras e talz.... então resolvi apelar....
fui atrás de gente mais inteligente que eu que tenha dito coisas inteligentes/fofinha que te demonstrem tudo que eu gostaria de dizer....

Não é amigo aquele que alardeia a amizade: é traficante; a amizade sente-se, não se diz.

Machado de Assis

A amizade é uma predisposição recíproca que torna dois seres igualmente ciosos da felicidade um do outro.

Platão


Se um dia te der uma louca vontade de chorar,
me chama...
Não te prometo fazer sorrir,
mas posso chorar com você.

Se um dia resolver fugir;
não se esqueça de me chamar,
Não te prometo convencer de ficar,
mas posso fugir contigo.

Se um dia te der uma louca vontade
de não falar com ninguém;
Me chama assim mesmo;
prometo ficar bem quietinha.

Mas...
Se um dia você me chamar e eu não ouvir...
Vem correndo ao meu encontro...
Talvez eu esteja precisando de você...

Sei lá quem escreveu mais é bonitinho (clichê.. porém bonitinho)


Quando nasce uma flor, ela recebe do sol a energia de que ela precisa, da água o oxigênio fundamental para sua sobrevivência e, claro, não poderíamos deixar de mencionar a terra de onde ela tira nutrientes que irão complementar tudo de que ela precisa para viver.

Essa flor, com o passar do tempo, poderá permanecer bela, com vigor, exalando o perfume característico de sua espécie, se tudo o que ela precisar continuar ao seu redor, ao seu alcance.

Quando vem a tempestade, ela irá lutar com as suas forças para continuar a sobreviver, pode até perder alguma pétala, mas ela é forte para seguir adiante até se recuperar, pois apesar de frágil, a vida, o instinto de sobrevivência fala mais alto e após essa experiência ela torna-se até mais mais forte do que antes.

Na nossa vida dá-se o mesmo, nascemos, crescemos e passamos por diversas situações que às vezes não sabemos o porquê nem a razão do que nos acontece, mas sabemos que depois elas nos tornarão mais fortes para outros momentos adversos que voltarem a surgir em nosso caminho.

A amizade é um bem precioso que surge na vida das pessoas quando menos se espera, tornando a nossa vida mais feliz. Compartilhamos muitos momentos com os amigos, com alguns mais do que com outros, por afinidade, por confiança ou por força de circunstâncias.
(tinha mais um pedaço depois disso mas ai era só asneira que estragava a parte bonitinha)

mais uma clichezinha porém de coração...

Eu desejo o suficiente . . .

Eu desejo o suficiente para você
Há pouco tempo, estava no aeroporto e vi mãe e filha se despedindo.
Anunciaram a partida, elas se abraçaram e a mãe disse:
- Eu te amo. Desejo o suficiente para você.
A filha respondeu:
- Mãe, nossa vida juntas tem sido mais do que suficiente. O seu amor é tudo de que sempre precisei. Eu também desejo o suficiente para você.
Elas se beijaram e a filha partiu.
A mãe passou por mim e se encostou na parede.
Pude ver que ela queria, e precisava, chorar. Tentei não me intrometer nesse momento, mas ela se dirigiu a mim, perguntando:
- Você já se despediu de alguém sabendo que seria para sempre?
- Já - respondi. - Me desculpe pela pergunta, mas por que foi um adeus para sempre?
- Estou velha e ela vive tão longe daqui. Tenho desafios à minha frente e a verdade é que a próxima viagem dela para cá será para o meu funeral.
- Quando estavam se despedindo, ouvi a senhora dizer "Desejo o suficiente para você". Posso saber o que isso significa?
Ela começou a sorrir.
- É um desejo que tem sido passado de geração para geração em minha família. Meus pais costumavam dizer isso para todo mundo.
Ela parou por um instante e olhou para o alto como se estivesse tentando se lembrar em detalhes e sorriu mais ainda.
- Quando dissemos "Desejo o suficiente para você", estávamos desejando uma vida cheia de coisas boas o suficiente para que a pessoa se ampare nelas.
Então, virando-se para mim, disse, como se estivesse recitando:
- Desejo a você sol o suficiente para que continue a ter essa atitude radiante.
- Desejo a você chuva o suficiente para que possa apreciar mais o sol.
- Desejo a você felicidade o suficiente para que mantenha o seu espírito alegre.
- Desejo a você dor o suficiente para que as menores alegrias na vida pareçam muito maiores.
- Desejo a você que ganhe o suficiente para satisfazer os seus desejos materiais.
- Desejo a você perdas o suficiente para apreciar tudo que possui.
- Desejo a você "alôs" em número suficiente para que chegue ao adeus final.

Ela começou então a soluçar e se afastou.
Dizem que leva um minuto para encontrar uma pessoa especial, uma hora para apreciá-la, um dia para amá-la,mas uma vida inteira para esquecê-la.


Minha linda flor.... EU DESEJO O SUFICIENTE PARA VOCÊ!!!
Sabe que te desejo tudo de melhor que a vida pode te oferecer... muito amor, muitos abraços, muitas risadas, dinheiro, e muuito doce de leite... =D

Adoro-te!!

22 de set de 2008

Uma música, um poema e uma primavera nova

Primavera (vídeo[tá meio ruizinho mas é o melhor que achei]) (letra [se preferir])
Formidável Familia musical

"Já é primavera escolha sua flor
Pode ser de qualquer cor
Entre na estação e vá pra onde for
Se for, eu vou
Eu vou cantar pra todo mundo ouvir
Vou cantar algo que é pra te fazer feliz
Te dar uma flor, tentar te ver sorrir
Ouvindo a melodia solta por aí
A linda melodia solta por aí
"


Primavera

Cecília Meireles

A primavera chegará, mesmo que ninguém mais saiba seu nome, nem acredite no calendário, nem possua jardim para recebê-la. A inclinação do sol vai marcando outras sombras; e os habitantes da mata, essas criaturas naturais que ainda circulam pelo ar e pelo chão, começam a preparar sua vida para a primavera que chega.


Finos clarins que não ouvimos devem soar por dentro da terra, nesse mundo confidencial das raízes, — e arautos sutis acordarão as cores e os perfumes e a alegria de nascer, no espírito das flores.

Há bosques de rododendros que eram verdes e já estão todos cor-de-rosa, como os palácios de Jeipur. Vozes novas de passarinhos começam a ensaiar as árias tradicionais de sua nação. Pequenas borboletas brancas e amarelas apressam-se pelos ares, — e certamente conversam: mas tão baixinho que não se entende.

Oh! Primaveras distantes, depois do branco e deserto inverno, quando as amendoeiras inauguram suas flores, alegremente, e todos os olhos procuram pelo céu o primeiro raio de sol.

Esta é uma primavera diferente, com as matas intactas, as árvores cobertas de folhas, — e só os poetas, entre os humanos, sabem que uma Deusa chega, coroada de flores, com vestidos bordados de flores, com os braços carregados de flores, e vem dançar neste mundo cálido, de incessante luz.

Mas é certo que a primavera chega. É certo que a vida não se esquece, e a terra maternalmente se enfeita para as festas da sua perpetuação.

Algum dia, talvez, nada mais vai ser assim. Algum dia, talvez, os homens terão a primavera que desejarem, no momento que quiserem, independentes deste ritmo, desta ordem, deste movimento do céu. E os pássaros serão outros, com outros cantos e outros hábitos, — e os ouvidos que por acaso os ouvirem não terão nada mais com tudo aquilo que, outrora se entendeu e amou.

Enquanto há primavera, esta primavera natural, prestemos atenção ao sussurro dos passarinhos novos, que dão beijinhos para o ar azul. Escutemos estas vozes que andam nas árvores, caminhemos por estas estradas que ainda conservam seus sentimentos antigos: lentamente estão sendo tecidos os manacás roxos e brancos; e a eufórbia se vai tornando pulquérrima, em cada coroa vermelha que desdobra. Os casulos brancos das gardênias ainda estão sendo enrolados em redor do perfume. E flores agrestes acordam com suas roupas de chita multicor.

Tudo isto para brilhar um instante, apenas, para ser lançado ao vento, — por fidelidade à obscura semente, ao que vem, na rotação da eternidade. Saudemos a primavera, dona da vida — e efêmera.


Texto extraído do livro "Cecília Meireles - Obra em Prosa - Volume 1", Editora Nova Fronteira - Rio de Janeiro, 1998, pág. 366.


Hoje fico sem finais... apenas com inícios... inicio da primavera (a tão esperada [por mim] primavera)... um talvez quem sabe inicio de coisas boas para pessoas queridas.... enfim... todo inicio é sempre bem vindo....

Boa noite!!

17 de set de 2008

Se ouço a sua voz mas fujo do olhar....

Ou pelo menos tento fugir. Tento em vão. Pois logo em seguida volto a olha-los. Parece mais forte que eu.
Na verdade seus olhos não me saem da memória. Dia e noite.
Desde quando todas as musicas falam sobre os olhos de um alguém? É essa a sensação que eu tenho.... ligo o mp3 e logo começa... "se ouço a sua voz mais fujo do olhar que me atrai..." (muda a musica) "Nenhum aquário é maior do que o mar/Mas o mar espelhado em seus olhos/Maior, me causa um efeito/De concha no ouvido, barulho de mar/Pipoco de onda, ribombo de espuma e sal" (muda musica de novo) "seus olhos e seus olhares milhares de tentações" (maldição... muda de novo)[assim por diante]
Credoooo... dá pra todas as musicas voltarem a falar do que sempre falaram??? tá que eu não costumava prestar atenção, mas eu gostava delas do jeito que eram quando eu comecei a prestar atenção. Não que eu tenha deixado de gostar por isso. hahahahaha
Eu só queria não me confundir assim. Continuar com aquela sensação de domingo de manhã ("por você eu faria isso mil vezes", conversa milassuntosporminuto e toda aquela saudade). Mas veio a segunda e me mostrou de novo que quando você pensa ter todas as respostas a vida vem e muda todas as perguntas! (de novo)
enfim... chega disso por hoje.... amanhã eu volto a me preocupar com isso.. hahaha

Apenas alguns recados... (me deu vontade do nada)
Murilo... te adoro seu chato... e to do seu lado pro que precisar... se não precisar to do seu lado do mesmo jeito.
Cauou... Linda flor.... adoro vc muito!!!! nunca esqueça que sempre que vc sentir vontade de ser abraçada, por menor que seja essa vontade eu sempre estarei de braços abertos!!
May.... Querida.. tente se livrar desses pensamentinhos chatos que rondam sua cabeça... deixe seus amigos preencherem seu coração por completo... até não sobrar espaço pra mais nada...
isa.... sinta-se abraçada... sempre sempre e sempre....
kzau (ele lê isso???).... vc é meu kzau preferido.. hahaha
Jackinho... Saudades suas.... sinta-se fortemente abraçado.. amo vc... vc sabe disso
Gi.. continue escrevendo garota....
e finalmente porém nem um pouco menos importante

Samy.... Por você eu faria isso mil vezes!!! Amo-te.

11 de set de 2008

Passeando pena net...

Que titulozinho de nerd né? mas que seja....
dias atras lembrei de um verso de um poema liiiiiiiiindoooo mas não havia google e nem memória que me fizesse lembrar das palavras exatas daquele poema pra poder achar ele e guarda-lo para todo o sempre....
até que de repente encontrei (ou melhor o google encontrou)....
o poema estava em um blog de um alguém completamente desconhecido.Mas eram liiindosaqueles versos, tão lindos quanto eu me lembrava. E só por curiosa que sou resolvi fuçar os outros textos do blog. Belíssimos textos.... e achei esse..... que eu gostei tanto que resolvi postar tbm... só de inveja.... (vai que alguem veste a carapuça)


Quanta dessa tua vontade não será fruto da tua insanidade?
Quanta dessa tua loucura não será, afinal, a tua grande aventura?
Quanto desse teu pranto não será, quiçá, o teu escudo, o teu manto?
Quanta dessa tua saudade não será a amostra da felicidade?
Quanto desse teu brilho não será estrada, não será trilho?
Quanto desse teu sorriso não será a fuga para o paraíso?
Quanta dessa tua ilusão não será o teu asfalto, o teu chão?
Quanta dessa tua utopia não será a tua realidade um dia?
Quantas dessas tuas expressões não serão amores, não serão paixões?
Quantos desses teus pensamentos não serão, no fundo, os teus tormentos?
Quantas e quantos, pouca importa a quantidade,
Importa sim saber que se pode ser eterno mesmo tendo vivido a efemeridade!

Fim

10 de set de 2008

Q q eu posso fazer???

queria ver se fosse vc..... hahahahahaha
perdão não pude evitar....
ta eu sei que 99,999999% de quem ler isso nem vai entender a piada.. hahahaha mas que é ótima é... hahaha
sério.. to enrolando mto pra postar aki
ontem eu pensei... amanhã eu posto (é assim???)
hj a caminho da aula pensei em algo (musica sempre me inspira)
pensei "na aula de ergonomia eu escrevo... aham.... sei.....

mas falar sobre o que???

Eu poderia falar sobre meus sentimentos, ou a falta deles
Eu poderia falar sobre meu feriado e sobre como é bom se sentir em familia novamente
Eu poderia falar sobre como as crianças crescem rápido
Eu poderia falar sobre coisas que me assustam
Eu poderia falar do medo que eu passei ontem
Eu poderia falar sobre a calmaria depois da tempestade
Eu poderia falar sobre dúvidas e incertezas
Eu poderia falar sobre você, a falta que me faz e em como
eu conto as horas pra poder te ver, mas o relógio tá de mal comigo
Eu poderia falar sobre a lista (aahnn... a lista!!)
Eu poderia falar sobre o que eu sinto ao parar ir a lugares ou fazer coisas que há muito não fazia
Eu poderia falar sobre tanta coisa....
Mas hoje não...
hj eu quero apenas Alívio Imediato

31 de ago de 2008

Say what you wanna or take what you wanna.

Cara.. eu vi o halo solar... \o/ uhuu... hahahahaha

Sentar num cantinho ensolarado é legal. sempre gostei disso. Por mais que não fosse um cantinho e sim no meio da calçada. Sempre que eu não tinha nada pra fazer sentava na calçada em frente de casa. de vez em quando passava alguém e se juntava a mim. Vadio, Malditoz, Marquinho, Tiléucia (saudades de vc muié), mais raramente porém não menos importantes Jackson, Rhoger, Anna Carla (lembram das tardes de quarta feira?) e tbm a gisele. São coisas que sempre fizeram parte da minha vida. O sol, meus amigos e as conversas que tínhamos na calçada da minha casa que não e mais minha.
É difícil pensar nisso. "A minha casa não é mais minha casa" e em como isso aconteceu é pior ainda. Pensar que agora a "minha casa" será onde era a casa do seu fulano ou do lado da casa do seu Beltrano ou perto de tal lugar. Não que mudar as vezes não seja legal ou preciso. Mas é estranho ter de abandonar todas aquelas lembranças que só aquela casa tem. E aquela árvore que plantei aos 3 anos de idade??? E aquela goiabeira que nunca dava goiaba? e aquele buraco no chão que surgiu naquele dia que estava todo mundo lá em casa??? e aquela garagem que já presenciou tantos churrascos??? e as festas??? hahahaha essas serão lembradas com carinho... e a sala da TV?? com aquele bicama que a gente estendia e todo mundo se amontoava pra assisti um filme?? ou então qdo alguém ia me pedir colo e a gente sempre acabava naquele bicama assistindo sessão da tarde? hehehe
É estranho pensar que vou pra casa e não vou para a casa da rua bahia 156 perto do areião... de frente pra casa do vadio... não vou mais pra rua cheia de caminhoneiros e seus caminhões imensos onde a gente brincava de esconde esconde com toda a piazada da vizinhança, aquela rua onde a gente pulava elástico.
Aquela rua e aquela casa podem não ter novas lembranças... mas as antigas existirão pra sempre. Naquela rua, naquela casa que eu cresci. As vezes é difícil se desapegar mas, mais cedo ou mais tarde a gente se desapega.


E a musica que não quer calar.

Bom final de domingo!!!!

27 de ago de 2008

Luto

Eu costumo ter sonhos estranhos. Sonho com pessoas próximas e queridas morrendo. E acordo me sentindo mal. Mas hoje foi diferente. Por dois motivos: 1) quando acordei não consegui lembrar quem morria no sonho; 2) não me sentia mal mas sim uma sensação de descanso, uma sensação boa. A manhã pareceu vazia. Voltei pra casa pra almoçar. Almocei. Mas tinha que voltar pro centro. No exato momento em que o ónibus paro e as portas se abriram, lembrei de você. Pensei que deveria te visitar dia desses. Mas meu pensamento foi interrompido pelo "boa tarde" do motorista. A tarde passou. Voltei pra casa. E ao chegar, pela primeira vez, me deu vontade de desenhar sem motivo, deixar a mente fluir no papel. E curvas fluíram, se sobrepuseram (é assim?) e interagiram. Resolvi colorir. Preenchi cada mínimo espaço em branco. Só faltava o amarelo, a tinta do rotulador teimava em não sair, como se estivesse evitando algo. A tinta saiu. No momento em que passei pela última vez o rotulador no papel e pensei "acabou", ouvi alguem batendo palmas em frente de casa. O coração disparou. "Lu, atende a porta por favor?" e só ouvi "é aqui que moram as filhas da suely?", já vi que não são boas noticias. A Jenifer foi falar com o moço. Vesti o primeiro calçado que me apareceu. É.. as noticias não eram boas. E agora? ligar pra mãe? pro pai? o que fazer? "Mãe atende esse telefone!!!!".
Procurei manter a calma. Mas as lembraças são mais fortes. Lembra daquele volantinho que tinha pregado do lado da sua estante?? Aquele doce que vc fazia que eu adorava, qual era mesmo?? Aquela casa tão pequena, tinha fim???? Lembra que eu acreditava mesmo que a senhora era mãe da minha mãe?? E que eu me achava o gás da coca-cola pq eu tinha três avós... e mais nenhum dos meus coleguinhas de patotinha tinha... Essas imagem que ficarão em minha mente. A senhora rindo. Faz tanto tempo que não te via. Mas me lembro perfeitamente. Da sua risada rouca, do seu sorriso. Enfim... pelo menos, já não sofres mais.



"(...) Cumpriu sua sentença e encontrou-se com o único mal irremediável, aquilo que é a marca de nosso estranho destino sobre a terra, aquele fato sem explicação que iguala tudo o que é vivo num só rebanho de condenados, por que tudo o que é vivo, morre (...)"
"Auto da Compadecida," Ariano Suassuna


Murilo diz:
nao lembro qm disse... mas alguem disse... a morte eh onde acaba a vida... isso nao significa q ela termine




Vó Rita, espero que seu final tenha sido feliz.

26 de ago de 2008

meu bem! minha flor! minha menina!!

Hj me senti uma amiga de verdade...
Adoro ajudar... ouvir.... dar colo...
coisas tão pequenas que no fim podem fazer a diferença...
podem transformar lágrimas em risada... ou apenas reforçar a amizade...

Apesar da dor, das lágrimas e de tudo mais hj foi até divertido.
Filosofias sobre abraços, declamação de musicas, explicações de versos.
Adorei...

Uma canção para cauol
(Juro que eu achava que era meu bem ao invés de meu amor... mas o titulo continua o mesmo)

Carol... Eu é que agradeço!!!

25 de ago de 2008

E o que resta sem sentido

Sabe quando você passa uma semana fazendo um monte de coisas e chega no fim de semana e não sabe o que fez a semana toda? é por ai.
Alguma coisa aqui não ta fazendo sentido. Mas o que? Não sei! Até consigo ver coisas sem sentido. Mas essas coisas não são suficientes pra perturbar assim.
Mas como diz a musica.... Passerà

Enfim.. só a titulo de demonstração....

Tenho Medo de Perder a Maravilha
Frederico Garcia Lorca, 1936

Tenho medo de perder a maravilha
de teus olhos de estátua e aquele acento
que de noite me imprime em plena face
de teu alento a solitária rosa.

Tenho pena de ser nesta ribeira
tronco sem ramos; e o que mais eu sinto
é não ter a flor, polpa, ou argila
para o gusano do meu sofrimento.

Se és o tesouro meu que oculto tenho
se és minha cruz e minha dor molhada,
se de teu senhorio sou o cão,

Não me deixes perder o que ganhei
e as águas decora de teu rio
com as folhas do meu outono esquivo.

Hj não to muito pra palavras minhas.
A Música que não me sai da cabeça....

Sem finais por hj...

19 de ago de 2008

alguém que....

no titulo... pedaço da musica que grudou na minha cabeça.... (ver musica de hj)

Semana de algures.... Algures³ o vírus saindo do cubo (ou algo que o valha)
eu vi umas palestras... grupos de discussão... nenhum que eu tenha dito noooosssa.. mudou a minha vida....
apesar de eu achar mto absurdo aquele carinha dizendo que a galera não valoriza MARISTELA ONO...
o.O como asssiiiiiimmmmm???? tipo.... Maristela...... [Lilian faz coraçãozinho com a mão]
enfim..... aaahnn.. tbm teve o livro da Marilda que eu ganhei.. foi mó legal...
hj eu vi botons.. achei um perfeito... "não se justifique" adorei... hehehe
eu semi aprendi a semi tocar violão....
eu toco "Oh where, oh where, can my baby be?" (só esse pedaço.... só) hehehe divertido...

Musica de hj (não achei vídeo... então vai só a letra)
Música de ontem


PS: litogravura é mto legal!!!

pra não dizer que a olimpíada passou em branco...

讓您的最後

15 de ago de 2008

Casamento: o grande sonho feminino...

desse dia dispensável só nos resta rir....


Três mulheres, uma noiva, uma casada e uma amante, decidiram fazer uma brincadeira: seduzir seus homens usando uma capa, corpete de couro, máscara
nos olhos, botas de cano alto, pra depois dividir a experiência entre elas.


No dia seguinte, disse a noiva:

- Quando meu namorado me viu usando o corpete de couro, botas com 12cm de salto e máscara sobre os olhos, me olhou intensamente e disse: ' Você é a mulher da minha vida, eu te amo'. E fizemos amor apaixonadamente.

A amante contou a sua versão:
- Encontrei meu amante no escritório, com o equipamento completo! Quando abri a capa, ele não disse nada, me agarrou e fizemos amor a noite toda, na mesa, no chão, de pé, na janela, até no hall do elevador!

E aí a casada contou sua história:
- Mandei as crianças para a casa da minha mãe, dei folga pra empregada, fiz depilação completa, as unhas, escova, passei creme no corpo inteiro, perfume em lugares estratégicos, e caprichei: capa preta, corpete de couro, botas com salto de 15 cm, máscara sobre os olhos e um batom vermelho que nunca tinha usado. Pra incrementar, comprei uma calcinha de licra preta comum lacinho de cetim no ponto G!. Ainda apagei todas as luzes da casa e deixei só velas iluminando tudo.
Meu marido chegou, me olhou de cima abaixo e disse:
Fala aí, Batman, o que temos para o jantar?

Pois é......quer casar?!!!

14 de ago de 2008

Quase flutuando num ordinário espaço criativo

Eu tinha que colocar esse título.. hehehehehehe homenagem à carol e murilo....
Sabe aqueles dias que muita coisa da errado e mesmo assim no fim do dia parece que ele foi bom???
hj parece um desses dias....
chuva... esquecer cartão em casa.... irmãos... rodoviária.... chegar atrasada na aula.... pouco tempo pra tirar fotografias... etc...
mas no fim das contas me diverti até.....
depois da aula.. fotos de todos... conversa no corredor...
tubo lotado? vamo no shopping senta e conversa??? vamoooo \o/
adorei essa parte do dia em particular... até porque.... melhores companhias.. quase impossivel....
enfim.... hj me sinto bem....


Um conselho a um amigo....
escolha seu caminho e faça seu final....
hehehehe

12 de ago de 2008

O riso

O riso é a menor distância entre duas pessoas....
acho que não tem frase melhor pro dia de hj....
não que eu tenha passado o dia todo rindo sem parar..... não......
foram pequenas doses de risada que preencheram vários momentos do dia...
ai ai....
sabe q hj foi bacaninha????
hj foi um dia de surpresas... 2... ou 3... depende do seu ponto de vista....
o fato é que deu pra rir com as duas... ou 3!?!?
hahahahahaha só não dá pra dizer se são surpresas boas ou más.... hahahahaha
né murilo?!?!?!? hahahahahahah
Enfim... hj foi um dia exatamente como eu gosto!!!
todos felizes e contentes... saltitantes de alegria!!! hehehe (talvez não tanto)
mas isso fora de casa. Pq do portão pra dentro..... aiaiai... só posso dizer uma coisa....
"Fecho porta pra não escutar briga, e também pra briga não escutar minha canção"

Pois é... chego ao fim de mais um dia... só que hj, por algum motivo, sem a sensação de que algo ficou incompleto....
fiz o que dava pra fazer... do jeito que dava pra fazer....
Algumas estratégias terão de ser repensadas.... mas nada impossível de se fazer....
acho que posso dizer:

Hj eu fiz o meu final.....

10 de ago de 2008

Feliz dia dos pais...

Acho que estou tão acostumada não estar perto no dia dos pais (pelo menos não fisicamente) que quase esqueci que hj era o famoso dia dos pais....
não que ele não seja importante ou que eu ame menos meu pai por isso....
perdi as contas de qtos anos que meu pai não recebe um presente nosso de dia dos pais....
apenas eu acho que ligar pra ele, perguntar como está, e ter "doi dedim de prosa" pode deixa-lo mais feliz.... (sem conta que o presente ia sair do bolso dele mesmo)
Esse fds não foi o mais produtivo da história.... o que me deixou bastante tempo pra pensar em tudo o que está acontecendo ao meu redor....
Cheguei a conclusões que não me agradaram.... basicamente a respeito dos meus amigos...
Acho que alguém mto importante pra mim tá sofrendo e eu nem tinha parado pra perguntar "tudo bem?" e dizer que to aqui... pro que der e vier....
A outros acho que não estou dando a atenção que merecem....
Aos que eu disse que estaria aqui qdo precisassem... eu não estava qdo me chamaram....
Entre outras coisas que não me lembro agora....
O que aconteceu comigo? alguém pode me responder???
Não é por mal, sabe?? simplesmente aconteceu...
estou me achando uma péssima amiga...
Mas não era esse o plano..

Com licença.... vou logo ali fazer o meu final...

7 de ago de 2008

O ritmo dos pingos ao cair no chão....

é.... choveu.... muito.... o dia todo..... chato não?!
tbm acho...
apesar de tudo foi bacana....
deu pra ver que as palavras podem brotar do silêncio....
ótima técnica... (ou tecnologia?)

e quanto a alta fidelidade??? só posso te dizer que menos de 8 Ohms diminui a impedância..

hj não tô com mto o que dizer.... mas sempre se pode pensar...
Não espere...

e faça o seu final.

5 de ago de 2008

Como foram minhas férias

O lendário primeiro post...
Tá.. eu sei que quem me conhece a mais tempo vai ver isso e dizer... "que diabos essa guria tá fazendo com um blog???"
mas sei lá... de uns tempos pra cá tenho lido alguns blogs (cada vez mais pra falar a verdade) e isso anda me inspirando a escrever... (isa, kzau, carol, etc...)
não que eu escreva suuuper bem como eles..... mas eu posso tentar né?!

lembra quando a gente era criança e tinha que fazer aquelas redações "como foram minhas férias"?... então... hj eu diria: Surpreendente... (apesar de boa parte do tempo eu ter ficado no sofá dormindo....) pq???
pq é surpreendente como o fato de eu ir a um lugar pode calar vozes que GRITAM na minha cabeça... e finalmente de dar um pouco de sossego...
é surpreendente como o sorriso de uma criança cura qqr dor incômoda...
é surpreendente como brincar dias seguidos com essa mesma criança não me cansa e nem me deixa cheia de dores pelo corpo....
é surpreendente como de repente não se conhece mais ngm.... ou quase ngm...
é surpreendente como a minha terra tem o céu azul e limpo....
é surpreendente voltar a ser criança e entrar no pomar da minha vó ou dos vizinhos pra subi na árvore pra pega ponkã e come no pé... (sem igual!!)
é surpreendente como velhas amizades estão sempre ali.... por mais que a vida tenha nos dado rumos diferentes... e apenas um olhar denuncia isso....
mas o que de tudo me surpreende mais....
é a forma com que tantas lágrimas, tanta tristeza, tanto sofrimento, tanta saudade e tanta coisa ruim são capazes de sumir de repente, como se nunca tivessem aparecido. Em um instante a dor é tanta e a tristeza é sem fim. E um olhar e 5 minutos de conversa depois isso não existe mais... e agora é a alegria que não tem mais fim. É o pedaço que faltava e eu tenho de volta. Ainda bem!!! (apesar de ngm me entender direito)
E foi mais simples do que se esperava. Como eu não tinha pensado em fazer isso antes??? Não importa.... o que importa é que passou.

Eu fiz meu final......