29 de out de 2008

Mudar

"pessoas vem e vão e as coisas mudam de lugar
quem sabe só o destino venha um dia explicar."

Mudar é legal e as vezes, é preciso. Mudei o visual. Antes tivesse mudado a alma.
Ouvi piada, ouvi risada, ouvi, "meu Deus o que vc fez com a Lilian" e tantas outras coisas.
Algumas perguntas é melhor que fiquem sem resposta.
-Mudou porque?
-...

ou então...

-Ahn.. ficou bonito.. parece menininha....
-Brigada.. eu acho...
-Pq acho?
-...

ou...

- O que que te deu de querer mudar?
-...

esse é a típica hora em que vc faz de conta que não entendeu sorri e balança a cabeça...
as pessoas não precisam saber de certas coisas, algumas sabem, mas não "ligam lé com cré" como se diz...
Mas voltando...
Eu mudei, mudei, mudei, mudei e mudei. Mas no fim acabei voltando ao ponto de partida. Hj me sinto como aquela menina de 10 anos atrás. O corte de cabelo pelo menos tá igual, eu to maior (tá não taaanto assim, mas tô). A sensação de todos os dias é a mesma de todos os dias de 10 anos atrás.
Daqui a pouco as coisas voltam a ser como há alguns meses atrás.


Ou não...


Espero ansiosamente o fim de semana. "There's no place like home" GALE, Dorothy (1939)

22 de out de 2008

Insegurança

Tem horas que eu preferia que minha vida fosse uma novela. Só pra eu poder pegar o jornal de domingo e ver o que vai acontecer durante a semana inteira.
Odeio não saber o que vem depois. Tá.. alguns podem dizer que essa é a graça da coisa. Mas eu não consigo pensar assim...
Odeio a sensação de pisar em ovos. Quero pisar sempre em terra firme.
Mas é aquela história.. qdo vc pensa saber todas as respostas a vida muda todas as perguntas...
Qdo eu penso que o que eu quero/acredito é o certo, é a verdade
vem o anjinho do mal e fala no meu ouvido que não. Que eu to pirando e que isso nunca foi assim.
Era tudo fantasia minha.
Ai vem o outro anjinho e diz que é assim sim. Que as coisas de fato estão estranhas, mas não há motivo de pânico. O que está acontecendo não afeta as minhas verdades. Elas continuam lá intocadas.
ok.. assunto resolvido (ou não?) próximo assunto...
é.. por aki as coisas tbm não andam muito nos conformes. É a insegurança me rondando de novo... mas desse lado do globo... é fato... não há quem me diga: "não... piração sua... não tem nada com vc!"
E essa insegurança se espalha por todas as ruas que eu passo, por todas as vozes que eu ouço, todas as palavras que escrevo, todos os pensamentos que passam pela minha cabeça e por todas as certezas que jurei pra mim mesma nunca abandonar.
Já nem sei mais o que quero. Se compro um chiclets ou viro a esquerda. Talvez eu compre um chiclets.
Quero fazer meu final.... mas preciso ter certeza que ele será feliz.

16 de out de 2008

Até que....

A musica diz "Sinto sua falta... não posso esperar tanto tempo assim..."
na verdade posso
na verdade espero
e continuarei esperando

Até que a noite volte a ser dia
até que o domingo volte a ser sábado
até que a lua cheia volte a ser crescente
até que Janeiro volte a ser Dezembro
até que a primavera volte a ser inverno
até que Japão volte a ser Brasil.

Trilha sonora

15 de out de 2008

O Resto da vida...

Hj durante uma conversa surgiu a expresão "o resto da sua vida". Na hora me lembrei de ter ouvido algo a respeito, que dizia o seguinte: "O resto das suas vidas é muito tempo, e quer saibam ou não, está sendo traçado agora. Podem escolher culpar o destino, ou má sorte, ou escolhas erradas. Ou podem lutar. As coisas nem sempre serão justas na vida real. É assim que as coisas são. Mas, na maioria das vezes, você recebe o que dá. Deixe-me perguntar uma coisa: O que é pior? Não conseguir tudo que você sonhou... Ou conseguir, e descobrir que não é o bastante? O resto das suas vidas está sendo definido agora mesmo. Com os sonhos que perseguem, as escolhas que fazem... E com as pessoas que decidem ser. O resto da vida é muito tempo... E o resto da sua vida, começa agora." Refleti muito a respeito... Talvez eu decida me lutar um pouco mais, ou não.
Mas e vc, o que vai fazer com o resto da sua vida?

10 de out de 2008

Tinha esquecido de como é linda

como meu cd tá com o murilo... né murilo??? faz tempo que não ouvia...
hj me passou essa musica pela cabeça e me deu vontade de compartilha-la... e como achei que não combinava com o post debaixo... faço um novo!!!

Beatriz

A cor do dia

Ela acordou. Ouviu as vozes que ecoavam da sala. Ou seria de outro cômodo? tanto faz!! Pelo tom das vozes achou que o dia seria vermelho, vermelho sangue. Em algum momento, no caminho, o dia começou a parecer amarelo, mas não um amarelo radiante, um amarelo meio pastel. Chegando lá, começaram a falar que seria cheio de corezinhas, primariazinhas, de criancinhas e nhénhézinhas. Outros disseram que suas cores não faziam sentido. Isso não a deixou muito confortável. na hora de voltar, o dia parecia preto, ausente de cores. Até que não tava tão ruim. Mas não demorou muito e começaram a surgir cores, que se misturavam, ela começou a se sentir confusa. Até que achou melhor esquecer, deixe essas cores loucas se misturarem do jeito que quiserem. Foi já em casa que as cores se misturaram de vez, e estranhamente surgiu, como ela tinha pressentido pela manhã, o vermelho sangue. Ele a invadiu de uma forma que ela não queria. Invadiu, se expandiu até que finalmente explodiu. Resolveu procurar o lilás, achou e apagou, como se apaguasse a vida boa parte dele , afinal tudo é muita coisa. Lembrou das suas tintas há tempos abandonadas, onde mesmo? aaahhnnn lembrei. Encontrou o verde, o roxo, o laranja, o vermelho e o preto. resolveu coloca-los em algum lugar. Lembrou de como gostava de pintar daquela forma. Distribuiu as cores alegremente, o vermelho em menor quantidade obviamente e as bordas pretas pra dizer a cada cor até onde ia seu espaço. Viu que era melor assim, cada cor no seu quadrado. Um dia de cada vez, cada dia com apenas uma cor, seja ela qual for. Mas nesse dia queria apenas sonhar ser cega.

6 de out de 2008

Recomeço..

Dizem que a gente colhe o que planta. Até ai tudo bem! Mas... e depois???
Depois a terra vai estar limpa... um imenso campo de... terra. Terra nua.
Ai é hora de plantar de novo, aprendendo com o que deu errado na safra passada. É hora de recomeçar, ou se preferir: continuar andando.
Fico imensamente feliz e me orgulho muito disso.
"Desejo que você tenha a quem amar, e quando estiver bem cansado ainda exista amor pra recomeçar!!"