18 de fev de 2009

Apenas um dia

Hoje eu acordei no mesmo horário de sempre. Parecia ser um dia comum. Nada de diferente.
Resolvi sair de casa 10 minutos antes. Peguei um ônibus antes. Fui sentada. Nem tinha tanto transito. Desci naquele ponto mais distante, queria caminhar um pouco, já que cheguei no centro 30 min antes do necessário. Resolvi fazer outro caminho. Então fui caminhando calmamente pelo centro histórico, observando os prédios, analisando se eles eram art nouveau ou art deco ou sejalaoquefor. (Gostava mais daqueles que tem no alto da fachada a data em que foram construidos, facilita o trabalho)
Achei curioso que todas as fontes/chafarizes/afins estavam ligados, me perguntei o que o dia tinha de tão especial. não encontrei resposta. Mas tbm não importava.
O sol brilhava pra mim, sem motivo aparente, depois de vários dias nublados e de chuva. Ao chegar na fauldade fiz questão de dar bom dia a cada um dos que encontrei no pátio. Já na sala relembrei o quanto um BomDia bem dito pode mudar a expresão de alguem ao ouvir "nossa esse dia deve ser muito bom mesmo! rs"
O Dia prosseguiu sem maiores acontecimentos. Sorri ao ver aquele recado. (sempre me faz bem). Na volta pra casa resolvi caminhar de novo. Era o dia de novos caminhos (a pé).
Ao fim do dia posso dizer que ele de fato foi um dia sem acontecimentos especias. Eu simplismente estava de bom humor e isso bastou para que tenha sido um Belo dia.

Um comentário:

desabafa vai!!!