9 de jun de 2011

Post especial..... (minha vez)



Esses dias meu queridíssimo Samy escreveu um post especial pra mãe dele... foi lindo.. de verdade...

Hj é a minha vez... mas o meu post é de saudade....


Saudade de um velhinho preto, gago, que adorava uma canastra, me deixava subir em cima da mesa de sinuca do boteco e não brigava comigo qdo jogava as bolas de sinuca no chão. Que me sentava em cima do balcão do bar e me dava um pote cheio de maria mole.

Saudades daquele que aprendeu a ler e escrever imitando as letras das embalagens de cerveja, e que ainda assim tinha a letra mais linda e era incrivelmente sábio.

Hoje completam 6 anos que o famigerado Tio Nesca, Véio Nestor, Nestor Lopes dos Santos, ou simplesmente vô nestor, virou estrelinha. Não tive chance de me despedir dele, de dar um abraço e dizer "eu te amo" e o quanto ele era, e é importante pra mim. Mas sabe, por um lado foi até melhor assim, a ultima lembrança q tenho dele é de eu chegando na casa dele, dando um abraço e perguntando, "e ai vô?! tudo bom com o sr???" e ele dizendo... "tô bão, se melhora capaiz de estraga ainda!" e dando risada, lembro da canastra q ele jogou com a minha mãe, e de como ele parecia feliz ali, apesar de já estar bastante doente.
Prefiro lembrar dele assim, feliz, como sempre foi, do que dele em uma cama de hospital mal conseguindo falar.

Dias atrás eu estava indo trabalhar, o ônibus parou num tubo e entrou um velhinho, preto, cabelo branco, incrivelmente parecido com ele, quase chorei dentro do ônibus. E daquele dia até hj não tem um dia que eu não tenha pensado nele, lembrado dele por um motivo qqr.

Na semana passada entreguei o meu tcc. Ai tive que escrever dedicatória. Na hora me veio ele na mente. Ele morreu depois que minha irmã passou no vestibular, e uma vez ele tava falando disso, dizendo como ele tava feliz de ver as netas estudando e fazendo faculdade, e que eu era a próxima a entrar pra faculdade. E ele mostrava tando orgulho pelo fato de que as netas iam fazer faculdade. Não tive dúvidas e dediquei meu trabalho a ele (chorei litros enquanto escrevia). Depois contei pra minha mãe, e contei que ando lembrando muito dele, e ela disse que era ele me iluminando com a sabedoria dele.

Eu não duvido.

Essa música me lembra dele...

"Me olha da onde estiver
Que eu vou te mostrar que eu to pronta
Me colha madura do pé"



Tio Nesca EU TE AMO!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

desabafa vai!!!